Mostrando postagens com marcador a arte da imperfeição. Mostrar todas as postagens

Olá docinhos! Venho trazendo para vocês resenha do Livro  A arte da imperfeição   da autora Brené Brown. O livro foi enviado pela editora pa...

Olá docinhos! Venho trazendo para vocês resenha do Livro A arte da imperfeição da autora Brené Brown. O livro foi enviado pela editora parceira do Jornalismo na Alma, Novo Conceito. Eu fiz uma resenha escrita, com notinhas e outra em vídeo para as pessoas que desejam saber do livro de uma forma mais rápida.

Vídeo Resenha  

FICHA TÉCNICA

Páginas:184
Formato: Brochura
Selo: Editora Novo Conceito
Onde comprar? Livraria Cultura

NOTAS
Capa: 10
Conteúdo: 10
Diagramação: 10
Nota geral: 10



Como adaptar-se A Arte da Imperfeição?
Por Paloma Viricio

Você é feliz?  Deseja ter uma vida plena, tranquila e repleta de realizações?  No mundo conturbado de hoje, esse querer parece ser quase impossível, não é mesmo? Mas, do que você realmente precisa para sentir-se contente, de bem com a vida?  No livro A arte da imperfeição, Brené Brown, mostra que sentir-se realizada é algo simples. Muitas vezes o manual para o bem-estar encontra-se nas imperfeições da vida. Você sabe quais são as suas?

A pesquisadora, professora e especialista em vergonha, criou uma lista básica com 10 passos de orientação para lidarmos com questões que podem nos tronar cansados e infelizes. O mais interessante é que o livro é prático e repleto de exemplo de vida da própria autora. Ela diz que a pesquisa sobre vida plena, foi mais que simples análise de dados e conclusões... Ela foi capaz de mudar atitudes incomodas da própria Brown. “Já se passaram quatro anos desde aquele dia, em 2006, quando minha própria pesquisa virou minha vida de cabeça para baixo. Foram os melhores quatro anos da minha vida, e eu não mudaria nada”, revela a autora. (p.170)

O livro irá lhe auxiliar a ver a vida de outra maneira, aprender a encarar as tempestades com força e garra. E além do mais a leitura é leve...flutuante. A diagramação é perfeita e as folhas e letras tranquilizam a visão. Sem contar, na capa que simboliza um paraíso de paz. A forma como a pesquisadora escreve é muito gostosa e ao virar as folhas do livro você frequentemente notará um sorriso no canto da boca.

Muitas pessoas acham livros de autoajuda um martírio, mas esse é mais, pois não fica toda hora te ordenando a fazer isso e aquilo. A própria Brené comenta o fato. “Acredito que a maioria de nós já desenvolveu sensores de bobagem bastante apurados quando se trata de ler livros de autoajuda. Acho que isso é bom. Existem muitos livros que fazem promessas que não conseguem cumprir ou que fazem parecer que mudar é muito mais fácil do que realmente é”, explica Brown. (p. 169)

E ela ainda cometa mais sobre o assunto. “Não sei em que prateleira ou bancada este livro estava exposta na livraria em que você o comprou, mas não tenho certeza de que este trabalho se trata de autoajuda. Penso nele como um convite para participar da revolução da vida plena,” finaliza a escritora. (p.170)

Licença Creative Commons
O trabalho Como adaptar-se A Arte da Imperfeição? de Paloma Viricio foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Brasil.
Obs.: Todos os textos produzidos neste blog são da minha autoria e estão registrados. Se utilizá-los, por favor lembre-se dos créditos.