Mostrando postagens com marcador ana carolina delmas. Mostrar todas as postagens

SANGUE AZUL: UM UNIVERSO FANTÁSTICO Por Paloma Viricio Sangue Azul é a primeira publicação da autora Ana Carolina Delmas . Fiqu...

sangue-azul-ana-carolina-delmas

SANGUE AZUL: UM UNIVERSO FANTÁSTICO

Por Paloma Viricio


Sangue Azul é a primeira publicação da autora Ana Carolina Delmas. Fiquei muito feliz em poder ler a obra dessa grande escritora para prestar minha humilde opinião sobre a trama. A descrição é um ponto forte na escrita de Delmas. Quando iniciei leitura confesso que por vezes, achei a descrição um pouco demais, principalmente dos cenários.

Mas com o avanço acabei me acostumando com o modo como a autora narrava cenários, características e agradeci por ela nos contar tudo nos mínimos detalhes. 

Adorei bastante a divisão, os títulos dos capítulos ficaram bastante criativos. Além disso, a autora é historiadora. Imagine que nos presenteou com diversos fatos históricos, cenários culturais maravilhosos. É realmente um livro rico em informações.



NARRAÇÃO PODERIA TER SIDO MELHOR DESENVOLVIDA

Grande parte da trama é narrada por Olívia, mas por vezes, Nicolas começa a narrar sem nenhum aviso prévio que a narração mudaria de personagem. Por outras vezes a trama mudava também de primeira pessoa para terceira. Isso me incomodou um pouco. Gosto de livros com constância na narração. Acredito que os autores devam escolher um tipo de narração e a usar durante toda a trama (com algumas exceções) para que não cause estranheza em quem está lendo.

O livro é repleto de ação. Eu gostei em demasia das cenas agitadas. Nossa... era tão emocionante acompanhar as batalhas, toda aquela animação. A autora acertou em cheio nisso. Geralmente vejo livros com seres fantásticos selecionados, os autores seguem determinado segmento.

Por exemplo, somente vampiros, lobisomens, etc. Mas nesse há uma mescla de mitologia, fantasia, folclore e tantos outros seres. Inicialmente foi bastante informação para a minha mente, mas depois me acostumei com a variedade. Gostei porque sei que a autora estudou, pesquisou muito e se esforçou ao máximo para criar todo o universo de Sangue Azul para nós.

“Havia uma profusão de vampiros, centauros, djins, gnomos, fadas, mantícoras, silfos, ninfas e até mesmo pequenas salamandras e talulos em ambos os lados.”

PERSONAGENS QUE MESCLAM SENTIMENTOS NO LEITOR

O livro possui inúmeras personagens, mas acredito que seja válido ressaltar apenas as principais e seus traços característicos. Nicolas é muito controlador. Eu sei que ele possui esse instinto de proteção em relação à Olívia, mas sinceramente queria que ele não fosse responsável por ter que dizer tudo que ela deve fazer o tempo todo.

Por vezes, Nicolas falava coisas que eu não gostava. Agia de forma tóxica porque desconfiou da amada em diversas partes sem ela ter dado “motivos” para isso. Parecia que ele tratava Olívia como um frágil passarinho e não consegui enxergar o mulherão que ela era. 

Em diversas cenas ele perguntava coisas do tipo: “tem certeza que está me contando tudo?”, “ Não está deixando de me contar algo que possa me machucar?”. Isso me irritou em demasia porque parecia a romantização de uma espécie de relação tóxica.


Olívia inicialmente desagradou um pouco. Mostrava ser muito indefesa o tempo todo. Lenta em diversas partes onde se precisava ter um entendimento rápido do que estava acontecendo. Mas com o passar da trama a evolução da personagem foi ótima. Ela foi se tornando uma mulher mais poderosa e segura do que muitas personagens iniciais, mais ainda sim, permaneceu insegura em algumas questões até a finalização da obra.

O casal Olívia e Nicolas possuía forte influência de Orgulho e Preconceito, escrito por Austen, tanto que o próprio Nicolas em um momento do livro escreve sobre isso para a amada:

“Vivo em um mundo fantástico há centenas de anos e, no entanto, nunca imaginei que o que sinto por você pudesse existir. Finalmente encontrei minha Elizabeth Bennet.” 

Gostei bastante da inspiração da autora, muito criativa!

FINAL PROVEITOSO

Mesmo o livro sendo o primeiro de outros, gostei como a autora fez a finalização. Ela não deixou pontas soltas, ofereceu aos leitores aquilo que esperávamos. 

Deixou somente saudades de tudo e uma louca vontade de ler mais sobre as aventuras do casal. Foi um desfecho bem contagiante.
Se todos os autores que resolvessem escrever sagas, trilogias... e etc fizessem o mesmo que Delmas, nos leitores ficaríamos muito felizes.



“Eu mesmo deixei que algumas vezes essa sombra se colocasse sobre mim, mas precisa entender que o mundo nunca foi governado apenas pela bondade ou pela maldade. O que existe é um luta eterna na qual, infelizmente, o mal vem levando a melhor. Mas, quando este se aproxima da vitória, sempre há seres de coragem extraordinária para se levantarem e liderarem o mal para o canto escuro a que pertence.”

DESIGN E DIAGRAMAÇÃO

O trabalho da editora está impecável. A revisão foi muito bem feita. Não encontrei nenhum erro de concordância, digitação ou escrita. O miolo do livro possui ilustrações em cada final de capítulo, páginas com divisões coloridas... lindo demais. A capa é de uma sutileza ímpar. Ficou um trabalho muito bem feito.


Classificação:  de  


Gostaria de adquirir esse livro?  SANGUE AZUL - ANA CAROLINA DELMAS 

Licença Creative Commons

Esse texto foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Brasil.

Obs.: Todos os textos produzidos neste blog são da minha autoria e estão registrados. Se utilizá-los, por favor lembre-se dos créditos.