Mostrando postagens com marcador crônica. Mostrar todas as postagens

UMA CONVERSA COM AS PALAVRAS - REJANE LUCI SILVA DA COSTA KNOTH Os textos apresentados neste livro foram escritos em diferentes mom...

UMA CONVERSA COM AS PALAVRAS - REJANE LUCI SILVA DA COSTA KNOTH


UMA-CONVERSA-COM-AS-PALAVRAS-LIVRO

Os textos apresentados neste livro foram escritos em diferentes momentos. Momentos de alegria ou de tristeza, de felicidade, de uma saudade saudável ou de apreensão diante dos temas abordados. Além disso, foram segundos de inspiração, horas de reflexão, meses e meses de dedicação, anos de leitura. Esclareço que resolvi fazer esta publicação por conta da época que estamos vivenciando: tempos de incerteza, segundos de tranquilidade, meses e meses de fake news, anos de violência. Uma época bem difícil para desfrutarmos da convivência um do outro.

Exponho, aqui, textos do gênero poema que  tentei  colocar um  pouco  de  poesia,  fazendo  uso  das  palavras, meu  instrumento de trabalho e de luta, da melhor forma que encontrei. Ressalto que o que será lido não se tratam de verdades, nem de uma exposição de defeitos ou qualidades deste ou daquele ser, muito menos de uma crítica a qualquer comportamento. O que será lido nada mais é do que uma visão, o pensamento, extremamente subjetivo de uma mulher, que é mãe, esposa e professora que pretende levar o leitor a refletir e a se emocionar acerca dos assuntos tratados.

REJANE LUCI SILVA DA COSTA KNOTH AUTORA
Rejane Luci  Silva da Costa Knoth
Baiana de Inhambupe
Professora e escritora
Graduada em Letras Vernáculas com Inglês - UNEB
Especialista em Educação Infantil - UNEB
Pós-Graduada em Metodologias do Ensino da Língua Portuguesa - UGF
Mestre em Letras – UNEB

e-mail: reluknoth@yahoo.com.br

Encontro o livro aqui: Shoptime - Submarino - Americanas

Que grande aventura era a vida de Edmundo, ele acordava todos os dias às seis horas da manhã e se lembrava da vida que não teve, dos am...


Que grande aventura era a vida de Edmundo, ele acordava todos os dias às seis horas da manhã e se lembrava da vida que não teve, dos amores possíveis e impossíveis, daquele emprego dos sonhos que ele poderia ter conseguido se tivesse encarado o medo de falar em público, e no fim ele continuava buscando algum sentido nos dias que se repetiam, se perguntando se era um dia a mais ou a menos. Em meio ao caos ele pensava nas coisas que não podia ver, no que ele não podia ter e no que não podia ser.

O menino da cidade já não sabia mais como era ter os pés tocando a terra. As paredes, os prédios, as avenidas, tudo fazia com que ele s...


O menino da cidade já não sabia mais como era ter os pés tocando a terra. As paredes, os prédios, as avenidas, tudo fazia com que ele se esquecesse como era olhar para longe e conseguir ver o céu tocando a terra lá no horizonte. O menino tinha uma saudade no coração que ele não entendia, nem sabia direito de onde vinha. Toda vez em que ele olhava pela janela do ônibus e via as pessoas esperando pela próxima condução para poderem ir para casa, cansadas, estressadas, ele pensava que aquela era uma vida difícil e todos sabiam disso, mas era a vida que eles conheciam e que lhes era alcançável.

Por entre tanta poesia urbana, tanta pressa e monotonia, por entre nossas lembranças mais profanas e nossa eterna agonia. Eu pude ver a ...


Por entre tanta poesia urbana, tanta pressa e monotonia, por entre nossas lembranças mais profanas e nossa eterna agonia. Eu pude ver a luz escorrer pelos meus dedos, como o tempo se arrastar no meio do caos. Em um dia tão infernal, um silêncio crucial perpassava por entre os gritos da cidade em orgasmo. Eu pude ver, eu pude sentir, eu ainda tinha o hoje por entre os ontens de mim.
E hoje eu estava ali. Eu vi o amor com meus próprios olhos. Nenhum poeta me contou.

Cardoso, Ana Emília . A mamãe é rock / Ana Cardoso .Caxias do Sul, RS: Belas-Letras, 2016. Este é um livro sobre a maternidade e todos ...

Cardoso, Ana Emília. A mamãe é rock/ Ana Cardoso.Caxias do Sul, RS: Belas-Letras, 2016.
Este é um livro sobre a maternidade e todos os sentimentos loucos que as mães têm em relação a quem de alguma forma criam, seja um filho natural, adotivo, neto ou sobrinho. É sobre família e é sobre as mães também, esses seres que falam uma língua estranha e chata que só entende quem entra para o clube e se torna uma delas. Não se preocupe, não é um livro de lamentações. É o contrário: tem histórias engraçadas, singelas e verdadeiras. Aqueles que leram O papai é pop estão convidados a conhecer o lado mais in/tenso da experiência. A mamãe é rock é um recorte sem filtro dos divertidos e comoventes malabarismos que um casal moderno faz todos os dias para criar suas filhas.










Classificação:

Piangers,Marcos . O papai é pop 2 / Marcos Piangers . Caxias do Sul, RS: Bellas Letras, 2016. O papai é pop está de volta! Marcos Pian...

Piangers,Marcos. O papai é pop 2/ Marcos Piangers. Caxias do Sul, RS: Bellas Letras, 2016.
O papai é pop está de volta! Marcos Piangers vai colocar você no banco de trás do carro, ao lado das filhas Anita e Aurora, para contar novas histórias - algumas comoventes, algumas divertidas e outras talvez um pouco nojentas - sobre essa coisa absolutamente comum e extraordinária que é ser pai.Um sentimento que não se pode explicar, não se pode entender. Só se pode viver. Porque você não vai ter um filho para obter vantagens, descontos, deduções do imposto de renda ou balões de graça sempre que for ao shopping. Um filho vai esgotar suas economias e minguar suas noites de sono. Vai sujar suas camisas novas e desenhar em suas paredes. Você vai ter um filho, na verdade, por um único motivo: para aprender a amar outra pessoa mais do que a você mesmo.

Classificação:

Olá Romeus e Julietas! Essa é a segunda carta do projeto  Blogueiras em Ação.  A carta de hoje é para um cantor ou cantora. Escolhi ...




Olá Romeus e Julietas! Essa é a segunda carta do projeto Blogueiras em Ação. A carta de hoje é para um cantor ou cantora. Escolhi o mestre Renato Manfredini Júnior!  Espero que gostem.
Carta para um autor. Sobre o Projeto Blogueiras em Ação.

Olá Romeus e Julietas ! Tudo certinho com vocês? Estou participando de um projeto literário super legal! Entrei em cima da hora...nem de...

Olá Romeus e Julietas! Tudo certinho com vocês? Estou participando de um projeto literário super legal! Entrei em cima da hora...nem deu para fazer postagem de apresentação, mas farei depois. Enfim... todo o mês temos que postar uma carta com determinado tema. Veja mais aqui! Para começar teríamos que escreve uma carta para um autor. Escolhi Maha Akhtar , A Neta de Maharani! Espero que gostem!

Vinci ... Um livro para ler, suspirar, interagir e se encantar. Em cada página uma história para rir, se emocionar, refletir. Seu caderno...

Vinci... Um livro para ler, suspirar, interagir e se encantar. Em cada página uma história para rir, se emocionar, refletir. Seu caderno, sua agenda, seu livro sobre vida, amor, sobre você! Impossível ressistir ao encanto de Vinci."Superar um obstáculo não é vencer o medo, é aliar-se a ele em busca de coragem!" - J.C
Classificação:

Em um desses dias que parecem ridiculamente curtos em relação à quantidade de tarefas que se precisa fazer, estava lá eu presa em mais ...


Em um desses dias que parecem ridiculamente curtos em relação à quantidade de tarefas que se precisa fazer, estava lá eu presa em mais um engarrafamento, com muitas pessoas estressadas buzinando como se isso fosse magicamente tornar o trânsito mais eficiente, xingando umas às outras, desejando poderem abandonar os carros ali e seguirem o caminho andando. Como uma praticante fervorosa do “ficar de boa com a vida”, eu coloquei a minha banda favorita para tocar, olhei aquela vastidão de prédios atrás de prédios e de linhas cortando o céu e peguei-me a pensar que eu poderia estar lendo um daqueles livros que fui deixando pela metade ao longo do ano. 

Freitas, Pedro Chagas . Prometo falhar/ Pedro Chagas Freitas .- Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito Editora, 2015. Prometo Falhar é um liv...

Freitas, Pedro Chagas. Prometo falhar/ Pedro Chagas Freitas.- Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito Editora, 2015.
Prometo Falhar é um livro que fala de amor. O amor dos amantes, o amor dos amigos, o amor da mãe pelo filho, do filho pela mãe, pelo pai, o amor que abala, que toca, que arrebata, que emociona, que descobre e encobre, que fere e cura, que prende e liberta. Em crônicas desconcertantes, Pedro convida o leitor a revisitar suas próprias impressões sobre os relacionamentos humanos. A linguagem fluida, livre, sem amarras, faz querer ler tudo de uma vez e depois ligar para o autor para terminar a conversa . Medo, frustração, inveja, ciúme e todos os sentimentos que nos ensinaram a sufocar são expostos sem pudores. Mergulhe de cabeça numa obra que mostra que é possível sair ileso de tudo, menos do amor. Você escolhe a ordem em que vai ler as crônicas do jovem escritor que tem 21 obras publicadas e é sucesso de vendas em Portugal.

Classificação:

Medine, Leandra. Man repeller: a divertida moda que espanta os homens/ Leandra Medine ; traduzido por Antonio Carlos Vilela. – Ribeirão P...

Medine, Leandra. Man repeller: a divertida moda que espanta os homens/ Leandra Medine ; traduzido por Antonio Carlos Vilela. – Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito Editora, 2014.
Em seu primeiro livro, a badalada blogueira e queridinha do mundo fashion conta suas divertidas memórias. Com jeito insolente, uma franqueza desconcertante e fotos de seu arquivo pessoal, Leandra compartilha detalhes da noite em que perdeu a virgindade, quando esqueceu de tirar as meias soquetes brancas, e descreve o momento em que percebeu que a clutch Hermès vintage da sua avó, feita de pele de avestruz, poderia guardar muito mais do que a chave e o celular. Leandra é a prova de que não precisamos trair nosso estilo repelente nem mesmo ao procurar o vestido de noiva (que pode ser muito bem ser combinado com uma jaquetinha perfecto de organza). Exibindo as opiniões originalíssimas de uma blogueira que ganhou milhões de fãs, este livro reúne experiências divertidas e meio bizarras, uma história amor superdoce e, acima de tudo, um lembrete para celebrarmos um mundo que é feito pelas mulheres e para as mulheres.
Classificação:

Me sinto honrado por poder ver poesia. O mundo está cheio dela. Nas praças, nas praias, nos ônibus e até mesmo nos muros. Não há como a...


Me sinto honrado por poder ver poesia. O mundo está cheio dela. Nas praças, nas praias, nos ônibus e até mesmo nos muros. Não há como a poesia se esvair, enquanto existir mundo, e enquanto profundo for o nosso ser. Hão de resistir e hão de renascer os poetas. As verdades estão por aí, e muitas são
indigestas. Algumas não conseguimos perceber.  Poetas são aqueles que conseguem dizê-las de várias formas, seja num quadro ou num papel, a verdade, mesmo que indigesta, passa a ser vista como poesia, passa a ser sentida como é: algo inevitável.

     Com certeza você já deve ter ouvido essa frase sendo pronunciada diversas vezes durante a vida. Eu já e está cansando! Sim, você é ...

     Com certeza você já deve ter ouvido essa frase sendo pronunciada diversas vezes durante a vida. Eu já e está cansando! Sim, você é homem se for, segundo o dicionário online de português, indivíduo dotado de inteligência(da qual muitos infelizmente não faz uso) e linguagem articulada, bípede, bímano, classificado como mamífero da família dos primatas, com a característica da posição ereta e da considerável dimensão e peso do crânio, possuidor de pênis. Entretanto você não tem o direito de se achar melhor, vomitar conceitos de que pode ou é mais que uma mulher, pois somos seres humanos constituídos da mesma capacidade intelectual. Chega de preconceito! "Eu posso sair com quantas mulheres quiser, mas eu sou homem, né?"; "Eu posso ficar no bar enchendo a cara com os amigos, mas eu sou homem, né?"; "Para mulher isso é muito feio,  mas eu sou homem e posso!". E dai que você é homem?